Hackers derrubam PSN e fazem ameaça de bomba a avião com presidente da Sony

Dados - X

A Sony enfrentou um domingo complicado neste final de semana. No início da manhã, a PlayStation Network saiu do ar por conta de um ataque DDoS instigado por um grupo hacker chamado Lizard Squad, que reinvindicou para si a autoria do atentado.

O fato foi confirmado no período da tarde, em um post no blog oficial do PlayStation. A empresa confirmou também que as contas dos usuários e as informações pessoais dos assinantes não foram afetadas.

Além dos servidores da PSN, o grupo teria direcionado também seu ataques aos servidores da Blizzard, incluindo a hospedagem de dados dos jogos Hearthstone, Diablo 3 e World of Warcraft. Os servidores dos jogos League of Legends e Path of Exile também foram vítimas. Equipes de manutenção trabalham em ritmo acelerado em todos eles para minimizar os problemas.

Ataques no mundo real

Segundo informações da Kotaku, um avião da American Airlines, em que viajava o presidente da Sony Entertainment Online, John Smedley, precisou desviar a sua rota por razões de segurança após a companhia aérea ter recebido uma denúncia de que havia explosivos no avião.

O aviso foi dado também pelo grupo hacker Lizard Squad. Por conta disso, o avião foi obrigado a pousar na cidade de Phoenix, no Arizona, quando a sua rota original era a cidade de San Diego, na California. Entretanto, nada foi encontrado na aeronave. Apesar de não comentar o assunto, a Sony informou em nota que o FBI já trabalha no caso, investigando a ameaça.

O perfil no Twitter do grupo Lizard Squad postou ainda ao longo do dia uma série de mensagens em que incita o ódio contra os norte-americanos e a American Airlines, além de relembrar imagens dos atentados de 11 de setembro. Outros serviços, como a Xbox Live, também receberam ataques direcionados.

Fonte:TecMundo.